quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Univali: como mandar donativos

O Pedro Paulo, da Univali, dá mais algumas informações sobre a forma como as empresas (ver apelo feito algumas notas abaixo) interessadas em ajudar o povo de Itajaí por intermédio daquela universidade, podem proceder.

“Com relação ao recebimento é importante que aconteça durante o horário comercial, das 8h às 17h para facilitar o nosso controle e também a segurança dos itens que estiverem chegando.

Envie por e-mail a relação que está sendo enviada e também o nome da transportadora para que possamos ter o devido controle.

O endereço é da UNIVALI – Fundação Universidade do Vale do Itajaí
Rua Uruguai, 458 – Centro – CEP 88302 – 202
CNPJ 84.307.974/0001- 02
INSC 252.920.060

O transporte pode ser realizado pelos CORREIOS sem tarifa – basta informar nas caixas que são DOAÇÕES PARA ENCHENTES EM SANTA CATARINA – URGENTE, é uma campanha Nacional.

Outro transporte seguro e sem custo para o fornecedor é através a TRANSPORTADORA DALCÓQUIO – com os seguintes contatos:
SÃO PAULO: (11) 2596–6900 – Paula/Pedro
CURITIBA: (41) 3544–6321 e (41) 9901–1982 – Monaliza”

Outra coisa: se for enviado para a Defesa Civil de Itajaí também não haverá problema, porque está acontecendo um mutirão de voluntários na organização dos materiais.

Só se certifique se todas as doações serão entregue no Centreenventos da Marejada.

2 comentários:

Patrick disse...

Ninguém deveria ousar falar do Denisio ou da TV Brasil Esperança. O trabalho deles foi essencial e digno do jornalismo que executam. Desde a noite de sábado, transmitiram incansavelmente notícias, apoios, denúncias a população. Enquanto a TV Record nem entrava no ar ao vivo pra trasmitir o caos e informar a população e a RBS TV só sabiaa dizer que a cidade mais atingida era Blumenau, enquanto em Itajaí 80% da cidade estava alagada. Já o nosso prefeito, demorou horas e dias pra se pronunciar, demorou pra decretar calamidade pública e até a noite de ontem, os jornais nacionais não tinham conhecimento da situação de calamidade pública em Itajaí, pois a Prefeitura de Itajaí não repassava informações a Defesa Civil Nacional. TV Record, Prefeitura e a RBS TV trataram o início do caos em Itajaí com total descaso, enquanto o Denísio e a TV Brasil Esperança, trabalharam incansavelmente para ajudar a nossa cidade.

Jaqueline disse...

sem falar que no site da desfa civil da última vez que olhei (ontem) Itajaí ainda não constava como estando em estado de calamidade pública.