terça-feira, 25 de novembro de 2008

Mortes em Santa Catarina

Brusque (uma morte)André Alexandre Bittencourt morreu vítima de soterramento

Gaspar (10 mortes):Duas pessoas ainda não identificadas pela Defesa CivilOito pessoas perderam a vida nesta segunda em deslizamentos

Ilhota (15 mortes):15 mortes foram decorrentes de deslizamentos de terra

Luiz Alves (quatro mortes):Quatro vítimas ainda não identificadas pela Defesa Civil de SC

Benedito Novo (duas mortes):
Duas mulheres morreram soterradas

Blumenau (13 mortes):
Luana Sofia Eger, três anos - Rua Araranguá, Distrito do Garcia;
Roger Simas Lana, 16 anos - Rua Paulo Krause, transversal da Rua Eça de Queirós, Água Verde;
Larissa Conceição, oito anos - Rua das Bromélias, Fortaleza Alta;
Luciano Conceição, 33 anos - Rua das Bromélias, Fortaleza Alta;
Maria Carolina Ladislau, 12 anos - Rua das Bromélias, Fortaleza Alta;
Maurício Macagi e Joice Anita dos Santos - Rua das Bromélias, Fortaleza Alta;
Um adolescente de 17 anos - Rua Argentina, Bairro Ponta Aguda. O rapaz caiu de uma canoa que virou enquanto passava pela rua , que está alagada;
Quatro corpos foram retirados de escombros de um soterramento no bairro Velha Grande em Blumenau;
Uma pessoa não identificada vítima de soterramento;

Bom Jardim da Serra (uma morte):
Cristina dos Santos, 21 anos

Guaruva (uma morte):
Uma vítima por soterramento


Jaraguá do Sul (10 mortes):
Deslizamento de terra atingiu a residência em que morava uma família. Morreram o casal Silvio e Mônica Lescowicz e o filho, Natan;
Três pessoas não identificadas morreram em um deslizamento de terra no bairro Barra do Rio do Serro em Jaraguá do Sul;
A morte de mais quatro pessoas não identificadas foi confirmada na noite de segunda

Pomerode (uma morte):
Arno Geisler, 78 anos. Ainda não há causa da morte divulgada pela Defesa Civil de SC

Rancho Queimado (duas mortes):
Deslizamento de terra soterrou duas pessoas

Rodeio (quatro mortes):
Quatro pessoas de uma mesma família morreram soterradas. Um deslizamento de terra atingiu a casa onde elas estavam.

Fonte: Defesa Civil de Santa Catarina

Um comentário:

Marianne Maier disse...

Primeiro quero parabenizar a equipe pelo canal.
Estou em Caxias do Sul/RS, acompanhando a situaçào de forma apreensiva .
Numa das comunidades de Itajaí, no orkut , o pessoal comenta sobre corpos boiando nas águas. Isso é assustador, porque nós , de fora , estamos sem contato com muitos parentes e amigos de Itajaí . Pergunto : é verídico ? como as autoridades tratam este assunto ? Onde podemos ter mais informações a respeito ?